quarta-feira, 18 de julho de 2012

Peso de papel.


Fiquei acordada a noite toda, olhando para você.
Me perguntando o que se passa na sua mente
Eu estive assim com tantos outros antes de você
Mas eu sinto como se fosse a primeira vez
Você quer que o nascer do sol para voltar pra cama
Eu quero te fazer rir
Bagunce minha cama comigo
Chute as cobertas, eu estou esperando.
Cada palavra que você diz eu acho que eu deveria anotar
Não quero esquecer, venha luz do dia.
Feliz de me deitar aqui
Simplesmente feliz por estar aqui
Estou feliz por te conhecer
Toque-me uma canção, a sua mais nova.
Por favor, deixe seu gosto na minha língua.
Peso de papel nas minhas costas
Cubra-me como uma manta
Bagunce minha cama comigo
Chute as cobertas, eu estou esperando.
Cada palavra que você diz eu acho que eu deveria anotar
Não quero esquecer, venha luz do dia.
E não há necessidade de se preocupar, é perda de tempo.
E não há necessidade de se perguntar o que se passa na minha mente
É você (♪)



Paperweight (Joshua Radin)

4 comentários:

Fernanda disse...

Parabéns pelo seu blog, esta lindo, li alguns textos e gostei, vou continuar acompanhando seu blog! Sucesso!

Garota Mania disse...

Muito romântico e picante adorei ^^

http://virersemlimites.blogspot.com.br/
http://blogstyledrops.blogspot.com.br/

Bella Rodrigues disse...

Oi Nally! Que lindo seu blog, amei! *-*
Estou seguindo :)
Depois da uma olhadinha no meu ^^

Blog:http://sorriaavidaebella.blogspot.com.br

Facebook: http://www.facebook.com/sorriaavidaebella

Árthur Bordeaux disse...

Nossa! Você conseguiu sintetizar muito bem todo esse sentimento que você carrega dentro si, parabéns, continue assim, você é uma ótima escritora. Abraços

Postar um comentário